Se não houver justiça, haverá esculacho popular!

    O ano de 2012, ano da instalação da Comissão Nacional da Verdade, votada no parlamento sem levar em nenhuma consideração as sugestões das vítimas da ditadura, familiares de mortos e ex-presos, marcou o início de uma luta de tipo novo. Jovens, ligados ou não familiarmente às vítimas, sensíveis à necessidade de lutar pelo [...]read more »

TJ nega recurso de Ustra contra sentença que o declara torturador

Processo da Família Teles Igor Ojeda Tribunal de Justiça paulista nega recurso contra sentença de outubro de 2008 que declarou o ex-comandante do DOI-Codi culpado pela tortura de três integrantes da família Teles nas dependências do órgão. Segundo entidades de direitos humanos, no período em que Ustra esteve à frente da unidade foram torturados no […]

read more »

A avó, o torturador e a Justiça

Tatiana Merlino 19 de julho de 1971 - “Foi suicídio”. Essa foi a notícia que chegou para Iracema Merlino, minha avó, quatro dias depois de três homens armados terem levado seu filho, Luiz Eduardo, de sua casa em Santos para o DOI-Codi, centro de tortura da ditadura militar em São Paulo. O corpo, por pouco não [...]read more »

Relatório sobre as investigações realizadas pela CNV sobre o caso de Luiz Eduardo da Rocha Merlino

CLIQUE AQUI, VISUALIZE ou BAIXE O ARQUIVO PDF DO RELATÓRIO #gallery-1 { margin: auto; } #gallery-1 .gallery-item { float: left; margin-top: 10px; text-align: center; width: 100%; } #gallery-1 img { border: 2px solid #cfcfcf; } #gallery-1 .gallery-caption { margin-left: 0; } /* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */ Palavras Chave30º Congresso da UNE Amanhã Angela Mendes [...]read more »

MPF acusa agentes da ditadura de matar jornalista

Tatiana Merlino e André Caramante — 22/09/14 Coronel Carlos Alberto Ustra durante o depoimento na Comissão Nacional da Verdade. Foto ilustração (montagem sobre imagem de divulgação da Comissão Nacional da Verdade e imagem de arquivo pessoal). EXCLUSIVO: Procuradores pedem prisão, perda dos cargos e cancelamento de aposentadoria dos acusados do homicídio de Luiz Eduardo Merlino. Tese da denúncia [...]read more »

1º Ato do DOI CODI NUNCA MAIS

Um Povo com memória, muda os rumos da sua história. (Doi Codi Nunca Mais) parte 1 e 2 "Domingo dia 24/08/2008 foi realizado um ato em frente ao antigo DOI-CODI, na rua Tutóia, no. 1000, sede do órgão na capital paulista. Um ato contra o silêncio e em defesa da memória, para não deixar que [...]read more »